Presidente

  • PDF

Milton Carlos Sanches é Sorocabano e iniciou sua carreira profissional na  Área da Saúde em 6 de julho de 1974, como funcionário da limpeza do Hospital Regional de Sorocaba. Sua função era coletar e queimar todo o lixo do hospital.

Um dia, em 1975, na hora do descanso, a administração do hospital perguntou se havia alguém que queria fazer a limpeza do almoxarifado. Somente Milton se apresentou, aceitando o convite, foi quando  recebeu a informação de que na verdade a vaga era para auxiliar de escritório no setor almoxarifado. Para Milton, a nova função significou uma promoção; posteriormente, foi transferido para o almoxarifado do Hospital Santa Lucinda e algum tempo depois retornou para o Hospital Regional como escriturário do Pronto Socorro; nessa época fez o curso de atendente de enfermagem e começou a trabalhar em outros hospitais.

Foi entre 1985 e 1986, que a história de Milton mudou e iniciou a sua trajetória de lutas em defesa dos direitos dos trabalhadores da Saúde. Neste mesmo período o Pronto Socorro passou a funcionar no Hospital Santa Lucinda da Pontifícia Universidade Católica (PUC).

No Hospital Santa Lucinda Milton passou a exercer a função de atendente de enfermagem. Trabalhador sério, com vocação para liderar movimentos e fazer novas e boas amizades; os amigos que lá conquistou a confiança foram os que o incentivaram a concorrer à vaga na direção da Associação dos Funcionários Administrativos da Pontifícia Universidade Católica, a AFAPUC. Entre os concorrentes, foi o mais votado.

Em 1986, Milton desempenhou um trabalho de destaque, como por exemplo a liderança na greve dos funcionários do Hospital Santa Lucinda e da Faculdade de Medicina. Aquela foi a primeira greve do setor particular da Saúde em Sorocaba.

Em 1987 ele fundou a Associação dos Trabalhadores da Saúde de Sorocaba. Esse trabalho chamou a atenção do líder sindical José Lião de Almeida, presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Saúde de São Paulo. Até então, Sorocaba fazia parte da base do Sindicato dirigido por Lião, que não tinha quem representasse os trabalhadores na cidade e região. Foi então que Lião convidou Milton a participar da diretoria do Sindicato em São Paulo. A diretoria da Associação dos Trabalhadores da Saúde aprovou a ida de Milton para o Sindicato, considerando que um representante de Sorocaba e região na capital era estrategicamente importante e assim Milton assumiu como Diretor da região de Sorocaba na chapa presidida por Lião.

Em 1993 Milton propôs a Lião que fossem fundados quatro Sindicatos na base territorial do Sindicato dos trabalhadores da Saúde de São Paulo: em Sorocaba, Guarulhos, ABC e Osasco. Lião aceitou a proposta e este ano ficou  marcado com a fundação do nosso Sindicato. Entre os quatro, apenas o Sindicato de Sorocaba ganhou autonomia, vida própria, cresceu e se consolidou como instrumento de luta dos trabalhadores.

A autonomia política do nosso Sindicato ocorreu em 1997, quando Lião concedeu, em carta, a liberação para que a diretoria tivesse vida própria a pedido de Milton. Hoje o Sindicato, além da Sede, possui três carros, sete subsedes (Assis, Piraju, Itapetiniga, Avaré, Registro, Tatui e Itapeva) e continua crescendo cada vez mais em representatividade, atuação e capacidade de luta por melhores condições de vida e de trabalho.

A biografia de Milton mistura-se com a história do nosso Sindicato:

  • Brasileiro, auxiliar de enfermagem, casado, 3º grau incompleto;
  • Reside em Votorantim – SP;
  • Membro Titular do Conselho Municipal de Saúde de Sorocaba;
  • Membro Titular do Conselho Regional da Previdência Social;
  • Membro Titular do Conselho do Ministério do Trabalho;
  • Membro Titular da Comissão Municipal de Emprego;
  • Coordenador do Conselho Regional do Ministério do Trabalho;
  • Presidente do Sindicato Único dos Empregados em Estabelecimentos de Saúde de Sorocaba e Região;
  • Foi fundador e presidente do Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Salto de Pirapora.
  • Diretor de Relações Intersindicais da Federação dos Trabalhadores da Saúde do Estado de São Paulo;
  • Diretor de Relações Intersindicais da Confederação Brasileira dos Trabalhadores da Saúde;
  • Atuou como Juiz Classista da 3ª vara do trabalho de Sorocaba de 1997 a 2006.